LOGIN ASSOCIADO:   Login   Senha
Esqueceu sua Senha? Clique AQUI
       ELEIÇÕES
  Informações
  Votar
  Resultado das Eleições
       INSTITUCIONAL
  A SBDG
  Introdução GG
  Filosofia
  Diretoria
  Histórico da SBDG
  Código de Ética
  Estatuto da SBDG
  Titulados
  Apresentação Multimídia
  Histórico da DG no Brasil
       CURSOS
  INTRODUÇÃO A DG
  PÓS-GRADUAÇÃO EM
  DINÂMICA DOS GRUPOS
  GESTÃO DE GRUPOS
  DIAV
       CONTATO
  Contato
       PUBLICAÇÕES
  Linha Editorial
  Newsletters
       EVENTOS
  Forum 25 anos SBDG
  Pesquisa de Opinião
Histórico da DG no Brasil

Histórico da DG no Brasil

1938

Em 1938 o Psicólogo Alemão Kurt Lewin e sua equipe, iniciaram atividades  de pesquisas de laboratório com grupos experimentais, denominando esta prática como Dinâmica de Grupo, nome original desta disciplina.

Somente após a 2ª guerra mundial e a ida de Kurt Lewin para o EUA é que seus estudos e pesquisas foram se notabilizando e deram origem, em 1947, em Bethel no Estado de Maine/EUA, um dos atuais centro de referência em Dinâmica dos Grupos: NTL Institute for Applied Behavioral Science.

- Origem das experiências brasileiras
Em 1948 o psicólogo Pierre Weil veio da França para o Brasil, a convite do SENAC. Dez anos depois, em 1958 iniciou trabalhos com grupos, realizando atividades de sensibilidade com gerentes do Banco da Lavoura em Minas Gerais, utilizando recursos da Dinâmica de Grupo e Psicodrama.
 

1960/1963
Em julho de 1963 no Rio de Janeiro, ocorreu a 1ª Conferência Nacional de Administração Pública, com a temática de Novos Métodos de Ensino e Treinamento. Nesta conferência foram apresentadas comunicações  sobre o método de laboratório de sensibilidade social com experiências de Edela Pereira de Sousa, Fela Moscovici e João Eurico Matta, práticas estas desenvolvidas, respectivamente no Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro e Bahia.


1965
Primeira publicação no Brasil, sobre Laboratório de Sensibilidade//Rio, FGV. Quando Fela Moscovici faz um relato histórico das experiências brasileiras no campo sobre laboratório de Sensibilidade. Destacam-se ainda, nesse enfoque  o artigo "O Método de Laboratório em Desenvolvimento de Pessoal" publicado na  revista de Administração de Empresas da FGV, em 1969, por Paulo da Costa Moura e a publicação de Pierre Weil, "Dinâmica de Grupo e Desenvolvimento de Relações Humanas"
Além dos profissionais citados acima, também destacaram-se na época pela  prática do Laboratório de Sensibilidade, as figuras de Francisco Pedro  Pereira de Souza (RS) e Fernando Achiles de Mello (RJ). Este último organizou o laboratório de Relações Humanas no Rio de Janeiro.

* Continua no Histórico da SBDG *


Rio Grande do Sul RSSão Paulo SP
Mato Grosso do Sul MSSanta Catarina SC
Paraná PRPará PA
Mato Grosso MT

Parceiros


 
Rua Jerônimo Coelho,102/50 5 andar - Centro - CEP 90010-240 Porto Alegre/RS - Fones:(51)3028.9114/ (51)3061.9115 . e-mail: sbdg@sbdg.org.br